imagens_post_voluntarios_2016

Ser voluntário é maravilhoso, pelo menos para quem já foi e atuou realmente como voluntário. Não estou falando dos “voluntários” que mandam e-mail dizendo “quero ser voluntário” e não aparecem na ONG, não estou falando dos “voluntários” que ficam só perguntando “quando vai ser a entrega no hospital” e nem aparecem para embrulhar um brinquedo, não estou falando do voluntário que alem de não doar o seu tempo, não doa 01 brinquedo se quer, mas quer ir às entregas de presentes para as crianças.

 

Ser voluntário é muito mais que oferecer uma parte de seu tempo, que muitas vezes esta super corrido de compromissos, é muito mais que olhar para a necessidade do outro, muito mais que fazer parte de uma maravilhosa corrente levando a magia do natal para milhares de crianças, muito mais que colocar o seu entendimento e experiência em benefício do todo, vai além das expectativas do ser humano e o coloca em destaque, tanto para quem doa, tanto para quem recebe.

 

As ONGs precisam dos voluntários de coração e participativo. Não temos condições de arcar com os custos de muitos funcionários. Isso é fato! Mas pelo menos para mim, fundador da ONG Brinquedos Para Todos, eu gosto de ver o ser humano doando amor para as crianças que visitamos no período de natal. Não é propaganda de cartão de crédito mas… isso não tem preço.

 

Quer ganhar um sorriso puro, cheio de felicidade? Seja um voluntário de coração e participativo, você verá que o que estou falando é muito melhor na prática.

 

O voluntariado é uma oportunidade excepcional para a prática do bem e da solidariedade.

 

O voluntário é um guerreiro silencioso que não busca fama, dinheiro ou oportunidade de riquezas, apenas dá o que tem de melhor.

 

Temos milhares de entregas de presentes esse ano e estamos precisando de voluntários de coração e participativos. Esse sim nós precisamos! O voluntário “telespectador”, esse pode ficar em casa vendo tudo pela televisão, que vai ter também emoção e não vai “perder tempo algum” vai estar no conforte do seu lar.

 

Se você que ajudar e fazer centenas de crianças sorrirem nesse natal, ligue pra gente  11 5625-6181 ou mande um e-mail para voluntario@brinquedosparatodos.com.br e seja um voluntário de coração e participativo.

 

Abraço a todos
Roberto Bruce

Fundador – ONG Brinquedos Para Todos

www.brinquedosparatodos.com.br
www.meupapainoel.com.br

imagens_post_destaque_peca_teatro

A BPT BUSCA VOLUNTÁRIOS PARA ATUAREM EM PEÇA DE TEATRO
“Papai Noel… Natal, Eu acredito!”

Nesse ano a BPT vai encenar em várias escolas da região, uma pequena peça teatral que irá conscientizar muitas pessoas que o verdadeiro espírito de natal é muito mais do que fazer doação de brinquedos e roupas que não estão usando mais.

A ideia é levar a emoção aos alunos e principalmente mostrar que natal não é só presentear, mas também ser solidário e generoso.

O Natal representa a data do nascimento de Cristo e deve ser um momento de reflexão: momento de celebração do nascimento de Cristo, em que somos lembrados da sua benevolência, compaixão, sabedoria, capacidade de perdoar e amar o próximo.

O espírito natalino é, na sua essência, o amor em ação: é a prática da bondade e da generosidade que Cristo nos deixou como herança.

E bondade e generosidade não têm religião. São valores universais, que devem ser cultivados por cada um de nós, porque contribuem para tornar o mundo um lugar melhor.

Mas não adianta fazer grandes doações, se o coração está cheio de ressentimentos e raivas. Pequenos gestos, muitas vezes, valem muito mais do que grandes gestos, quando as pessoas têm o coração limpo, livre de rancores. A verdadeira generosidade vem dos que possuem almas puras, cultivadas pelo perdão e intocadas pelo ódio.

O verdadeiro espírito natalino é limpar o coração e amar o próximo – perdoar quem te fez mal, ajudar quem você detesta, não falar mal dos outros, não invejar a vida alheia, curar as mágoas, ultrapassar os ressentimentos, encontrar paz e amor dentro de você, ter esperança de um mundo melhor… sonhar!

A troca de presentes é uma forma de recordar e praticar a generosidade, mas o verdadeiro espírito natalino não é encher os outros de presentes, e sim enchê-los de amor. É isso que precisamos recuperar, e é isso que precisamos ensinar as nossas crianças.

A peça “Papai Noel… Natal, Eu acredito!” resgata tudo isso.

A data de estreia, bem como o local, serão divulgados em breve.

Para você ter a peça “Eu acredito em Papai Noel” no seu Colégio, envie um e-mail para a BPT – teatro@brinquedosparatodos.com.br e reserve uma data.

A Redação